TESTE DOS SANDUICHES DE PROPAGANDA

O mundo do marketing publicou uma matéria interessante comparando alguns sanduíches apresentados em propagandas de marcas famosas com os mesmos sanduíches destas marcas vendidos ao público em geral. Interessante verificar a grande diferença entre os sanduíches praparados para as propagandas e os vendidos aos consumidores. O próprio McDonald`s reconhece que altera os sanduíches para parecem mais atrativos nas propagandas.

 

 

 

 

 

A questão que fica é a seguinte:

Até que ponto essa alteração para melhorar a aparência dos sanduíches na tv, que acabam até distorcendo a realidade, é válida?

 

 

 

 

 

 

Segue o link da matéria no mundo do marketing

SONY COMPRA EMPRESA DE SERVIÇO EM NUVEM

A Sony comprou a empresa Gaikai, que trabalha com processamento de mídia remoto o qual apresenta de forma comprimida para seus clientes através do serviço em nuvem. Como a Sony é a primeira grande companhia de videogames a adquirir tal serviço especulasse quais seus principais objetivos com esta aquisição. Até o momento nada foi revelado, mas entre as possibilidades estaria a compatibilidade de jogos atuais e que exigem grande poder de processamento em plataformas de menor capacidade, como um playstation 2 rodando jogos de um playstation 3. Além disso, a Sony pode estar com intenções de investir na acessibilidade de seus portáteis ou aparelhos móveis em geral que podem acessar uma gama maior e mais poderosa de aplicativos e jogos, ou mesmo estar focando no mercado de set-top-box incluindo a possibilidade de acesso a jogos no aparelho, por exemplo.

 

O certo é que esta movimentação da gigante do mercado de eletrônicos não passará despercebida, logo poderemos acompanhar a reação de outras empresas de entretenimento eletrônico frente às mudanças e investimentos da Sony.

 

Leia mais em idgnow

50 ANOS DE HAVAIANAS

Uma marca que neste ano completa 50 anos e saiu do esquecimento nos anos 90 para ganhar o mundo. Ela é referencia tanto para as pessoas mais humildes quanto para os mais abastados, podendo ser encontrada em supermercados ou ao lado de grandes marcas do mundo da moda. Esta é a Havaianas, que teve seu início em junho de 1962, inspirada em sandálias de palha de arroz utilizada agricultores japoneses. Se a inspiração de seu formato foi humilde o de seu nome não foi – Havaí – lugar paradisíaco que representava o uso em locais de clima quente freqüentado por pessoas ricas e famosas.

A marca que se popularizou rapidamente e pela maior parte do tempo foi vendida para classes mais desfavorecidas até o ano de 1994 quando iniciou-se uma mudança de posicionamento com o lançamento da Havaianas Top, contando com cores e formato diferenciados. Alterando o valor do produto para um patamar mais alto, grande investimento na comunicação e focando certos nichos do mercado a nova fase da marca começava a deslanchar. Foram surgindo modelos de sandálias personalizadas e criações realizadas com parcerias de grandes marcas. Até que se tornou popular nas mais diferentes camadas da sociedade, mantendo sempre um novo ciclo de inovações em seus modelos de sandálias.

Nos últimos anos a Havaianas estendeu seu portfólio, investindo em produtos diferenciados como toalhas, bolsas e calçados fechados, sempre mantendo o perfil da marca. Os calçados fechados, lançados em 2010, inicialmente eram voltados ao mercado europeu, o qual sentia falta do uso de calçados da marca em tempos de frio. Atualmente lançando 2 coleções por ano a Havaianas mantém seu posicionamento como uma marca sempre atual no mundo da moda. Outro ponto importante para a marca está em seu mercado internacional, no qual é necessário que se entenda o perfil de cada público e sua cultura. Em países que a marca ainda é nova ela se utiliza de distribuidores locais que já conhecem a região e o mercado. Em países aos quais ela já está consolidada mantém uma distribuição própria. Mantendo o seu portfólio em crescimento hoje a marca disponibiliza, além dos já citados, produtos como chaveiros e pingentes para celular e em breve deverá lançar capas para iPads e iPhones. A idéia é manter essa diversificação constante e expandir o seu mercado de atuação. A empresa também prepara ações para comemorar os seus 50 anos de criação, como o lançamento de uma sandália que remete ao modelo original da primeira Havainas criada, que terá sua renda integralmente revertida para a Unicef.

 

A matéria original é do mundo do marketing 

 

A INFLUÊNCIA DA CLOUD COMPUTING

Conforme matéria publicada aqui no blog mkt em abril a cloud computing, ou computação em nuvem, já não é mais uma tendência, mas uma realidade. Onde a preocupação com o sistema operacional, sua capacidade e atualização de softwares fica em segundo plano, pois o acesso as funcionalidades e arquivos é feito remotamente. Este meio de acesso e processamento de informações esta mudando aos poucos a forma como interagimos com o meio eletrônico. Seja com os smartphones, tablets e todo aparato tecnológico móvel ou em meios não convencionais que vem surgindo, partimos para um acesso remoto e globalizado de informações. Podendo acessar nossos perfis e arquivos em diferentes dispositivos e interagir com eles com diferentes pessoas, redes e serviços.

A exigência com a capacidade dos computadores vai diminuindo e com isso os preços. Ganha espaço também sistemas operacionais como Linux que pode ser utilizado com menos recursos, assim como sistemas operacionais alternativos que vão sendo adaptados a dispositivos que não exigem ou mesmo não foram projetados para trabalhar com grande capacidade de processamento como é o caso do Android ou iOS da Apple.

Toda essa mudança é acompanhada da tendência mundial da popularização do acesso à internet. Com preços e tecnologia de acesso e velocidade cada vez mais acessíveis e locais de acesso público gratuito.

A rede de varejo Amazon.com foi uma das primeiras a aproveitar as oportunidades que a cloud computing oferece. Partindo da sua necessidade de investimento em hardware para dar conta da demanda crescente que se apresenta em certos momentos, em especial o natal. Em 2002 a rede de varejo acabou aproveitando o tempo ocioso do sistema para começar a alugá-lo, anos depois tendo lançado os serviços baseados em computação em nuvem e armazenagem remota de arquivos Simples Storage Solution (S3) e o Elastic Compute Cloud (EC2)

No Brasil a computação em nuvem tem uma distância muito grande a percorrer até se tornar popular. No entanto, apesar de começar lentamente o uso desta tecnologia, o país atualmente está tendo um crescimento rápido. Um dos grandes entraves a ser enfrentado pelo país para o pleno desenvolvimento desta tecnologia é o acesso a internet de banda larga, que ainda é muito limitado. Sem banda larga e conexões de internet de qualidade a computação em nuvem não pode existir. Assim, é preciso que os investimentos comecem pela infra-estrutura de acesso a internet no país.

A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA DE MERCADO

Entender a realidade do mercado e a forma como ele reage a suas ações de comunicação e com o seu produto são algumas das necessidades que levam o empreendedor a busca uma pesquisa de mercado. A importância da pesquisa é indiscutível, realizada de forma correta, ela pode identificar problemas e possibilidades de negócios junto aos consumidores.

A importância da pesquisa de mercado começa antes mesmo da abertura de uma empresa, pois ela tem a capacidade de identificar questões essenciais para o desenvolvimento de um negócio. Pode apresentar informações sobre a área que se quer investir, sobre fornecedores, clientes em potencial, concorrencia e aceitação de um determinado produto ou perfil de empreendimento. As possibilidades de se buscar informações através desta ferramente são imensas. Uma pesquisa pode lhe fornecer diversas informações referente a atual realidade do mercado e de seu público-alvo, para tanto ela engloba fatores importantes a serem respondidos para quem forneçam subsídios a tomadas de decisões num negócio. Estas informações envolvem a definição do público-alvo e objetivos da empresa, definição do método de pesquisa de dados primários, definição da amostra, elaboração do instrumento de pesquisa, aplicação da pesquisa, tabulação de dados, elaboração do relatório final que irá direcionar a tomada de decisão de acordo com os dados coletados.

Infelizmente não são todos os empreendedores que dão a devida importância para a pesquisa de mercado. Muitos abrem negócios naquilo que acham ser o correto e apostam no incerto, preferindo não investir em pesquisas desconhecendo o seu real valor. Os erros cometidos num negócio que não dá certo são muitos, desde a escolha errada do público-alvo, da praça que irá se instalar, da quantia e locais necessários a se realizar investimentos, período de retorno, etc. Muitos destes fatores também estão inclusos no plano de negócios de uma empresa e no seu desenvolvimento muitas informações colhidas numa pesquisa de mercado são utilizadas para fornecer embasamento ao direcionamento tomado quanto aos objetivos a se atingir.

Para empresas de grande porte e que estão num mercado acirrado com vários e poderosos concorrentes a pesquisa de mercado é vital, pois uma decisão errada pode custar caro. Um exemplo atual disto é a empresa Sony, que há 2 anos ampliou seu investimento em pesquisas em 4 vezes (veja também no mundo do marketing). Este investimento visa auxiliar no reposicionamento e rejuvenescimento de sua imagem. No ano passado a Sony investiu no contato direto com seu público em 100 residências nas quais os pesquisadores chegavam a dormir em algumas. Tudo isto para conhecer o consumidor e seus hábitos em profundidade. O foco da Sony no Brasil já está voltado para a classe C e com a pesquisa ela entendeu que este consumidor não dá preferencia simplesmente para um produto barato, mas sim para um produto de qualidade no qual exige confiabilidade, pois não conta com a facilidade de troca de produto como as classes A ou B. Este consumidor se envolve emocionalmente mais com a marca em relação aos outros e tem o hábito de valorizar e compartilhar seus produtos. Estes dados guiaram a empresa para a criação de produtos específicos da marca voltados a estes consumidores, assim como a comunicação voltada a eles.

Seja para ampliar seu espaço no mercado, identificar ou solucionar problemas, realizar análise da concorrência e do seu público-alvo, ou ainda, para abrir um novo negócio a pesquisa de mercado é uma ferramenta fundamental para tomada de decisões.

Segue um vídeo que fala um pouco da pesquisa de mercado e sua importância na tomada de decisões:

 

MARKETING EMOCIONAL

O marketing emocional tem a missão de atrair o consumidor por meio de seus sentimentos. Quando almejamos ou adquirimos um serviço ou produto somos movidos por nossas necessidades e desejos, os quais estão entrelaçados com nossos sentimentos. Mais do que comprar um pacote de viagens ou um carro em especial estamos buscando alcançar um sonho que temos. Mais do que beber ou comer uma comida específica, estamos desfrutando de um momento de prazer. Mais do que comprar uma bolsa ou roupa de marca, estamos suprindo uma busca por status. Assim seguem vários exemplos de situações de compra os quais nos remetem aos mais diversos sentimentos que nos motivam a tomar decisões.

Quase sempre é o consumidor que vai até uma determinada empresa para realizar uma compra, a questão está justamente em atrair o consumidor até o seu estabelecimento para que realize a compra. Fazendo uso do marketing emocional é possível ativar sensações, lembranças e emoções positivas as quais induzem o consumidor a se familiarizar com seu produto. Trabalhar com diferentes sentidos do ser humano e utilizar o marketing emocional juntamente com outras estratégias de marketing fará com que seu negócio prospere diante do seu público-alvo. Daí a importância de suas ações estarem voltados ao seu público específico, do contrário elas não surtirão o efeito desejado.

O grande desafio do marketing emocional é fazer com que o consumidor pense de forma emotiva, ou seja, sobrepor o racional frente as emoções que se está despertando com uma ação de comunicação ou diretamente com um produto. Talvez a melhor forma de se atingir isto seja ter uma boa base racional para justificar uma compra a qual transcorrerá de forma mais natural até atingir o emocional, o qual irá confirmar na mente do consumidor a decisão da compra.

Um meio atual e de forte presença na comunicação direta das empresas com seus clientes é o das mídias sociais. Estas mídias são fruto de necessidades emocionais, tal como a da interação com outras pessoas e grupos. Segue um video o qual fala um pouco das mídias sociais e do marketing emocional


MARKETING OLFATIVO

O cheiro de carro novo, o seu protetor solar predileto, o aroma de um chocolate ou doce que você não esquece, são alguns exemplos de produtos que influenciam na sua compra através do marketing emocional, mais precisamente o chamado marketing olfativo, que tem como objetivo criar um vínculo com o consumidor através de um aroma específico. Ele pode ser utilizado tanto para criar uma identidade olfativa para uma empresa ou produto, como para instigar a compra em determinadas ocasiões e promoções específicas.

Para se utilizar a estratégia do marketing olfativo é importante que o aroma escolhido para representar uma marca esteja alinhado com sua identidade visual, assim como a visão e missão da empresa. Se não houver coerência a associação com a marca será problemática. Um fator importante na utilização do marketing olfativo é que, como foi dito anteriormente, ele faz parte do marketing emocional e, ao sentir um cheiro específico, as pessoas fazem uma ligação emocional com o mesmo. Desta forma, muitas pessoas irão associar um determinado cheiro com experiências e sensações vividas. Outro fator a se considerar é o seu público, que se diferenciará de acordo com a faixa etária, cultura, região e seus hábitos. Entender estas situações e a relação que elas podem vir a ter com sua marca e saber que nem todas as pessoas irão se familiarizar com um aroma escolhido é essencial.

 

Quando pensamos numa empresa fazendo uso do marketing olfativo inicialmente pensamos em empresas alimentícias e de cosméticos, as quais tem seus produtos intimamente ligadas ao cheiro. No entanto, o marketing olfativo pode ser utilizado em qualquer negócio, como consultórios e clínicas, ambientes de prestação de serviço, lojas em geral, etc. Num mercado em que os produtos são cada vez mais parecidos o marketing olfativo entra com um importante diferencial na promoção e venda de produtos.